'body-fauxcolumns'>

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

URUÇUCA: ‘Mansão’ do prefeito Moacyr Leite é o assunto mais comentado no município


Moacyr Leite (DEM) I Foto: Reprodução
A construção de uma ‘mansão’ na cidade de Uruçuca, pelo prefeito Moacyr Leite (DEM), vem chamando a atenção da população, principalmente de seus adversários políticos. Segundo comentários nas redes sociais, Moacyr passou a transformar a casa simples em uma verdadeira mansão, assim que foi eleito prefeito da cidade em 2016. Na cidade não se comenta outra coisa.

Foto: Reprodução
Enquanto Moacyr cuida da mansão, o povo pede socorro, por contas das estradas abandonadas, ruas escuras e esburacadas, coleta de lixo precária, falta de assistência social e saúde de qualidade no município. Dizem as más línguas, que o prefeito já gastou mais de R$ 600 mil com a obra. Um morador chegou a comentar que Moacyr falava muito em crise antes das eleições. Agora sendo prefeito, parece que a crise desapareceu. (Redção: Jackson Cristiano/Ubaitaba Urgente)

TRIBUNAL DIVULGA DOCUMENTO QUE PROVA INOCÊNCIA DE LULA

Acaba de ser publicado o documento que prova, de forma cabal, a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; trata-se do termo de penhora do famoso "triplex do Guarujá"; com data de 5 de dezembro de 2017; de acordo com a decisão da juíza Luciana Oliveira, o imóvel, que nunca foi de Lula e pertencia à OAS, passa a ser agora da empresa Macife, credora da empreiteira que faliu em razão da Lava Jato; em Curitiba, o juiz Sergio Moro condenou Lula, o maior líder político da história do Brasil, a nove anos e meio de prisão alegando que ele foi beneficiado por reformas em um imóvel que não lhe pertence; agora, três desembargadores gaúchos – João Pedro Gebran, Victor Laus e Leandro Paulsen – estão sendo pressionados pela Globo a confirmar a sentença, mesmo diante de um documento que prova a inocência de Lula; o que farão?

Ontem, no entanto, a defesa de Lula apresentou petição a Gebran para que ele se manifeste sobre a penhora do imóvel que motivou a condenação ilegal de Lula.
Confira, abaixo, um trecho da reportagem do site Quidnovi, sobre o documento que prova a inocência de Lula:
O site quidnovi.com.br trouxe com exclusividade a decisão da juíza da 2ª Vara de Execução e Títulos no Distrito Federal, Luciana Torres de Oliveira, que chancela como proprietária do polemico tríplex, a empreiteira OAS EMPREENDIMENTOS.
A decisão da juíza contradiz frontalmente a força tarefa da operação Lava Jato. O nó da forca que apertava o pescoço do ex-presidente Lula no julgamento do dia 24 de janeiro pode afrouxar e livrá-lo do cadafalso. Leia mais em Brasil247.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Ubatense que morava nas ruas em São Paulo chega a Ubatã


Lindoval na casa dos familiares em Ubatã (Foto: Ubatã Notícias)
O ubatense Lindoval dos Santos Rosa, que há anos vivia nas ruas de Mogi das Cruzes (lembrar), no interior de São Paulo, chegou na tarde desta segunda-feira (15) a Ubatã. A história de Lindoval, publicada na última terça-feira (09) comoveu os internautas e mobilizou diversas pessoas. Lindoval residia à cerca de 15 anos em São Paulo e após perder o emprego de pedreiro passou a perambular pelas ruas. Sem perspectivas, o ubatense teve amparo de um casal paulista – Jandira e Cassiano – que colheu informações de Lindoval e entrou em contato com o Ubatã Notícias.

Servidores da Secretaria de Assistência Social recepcionam Lindoval
O casal ainda acolheu na própria residência o ubatense na sexta e sábado, dias que antecederam a viagem para Ubatã. Um advogado paulista também se comoveu com a situação e custeou a passagem de Lindoval de São Paulo até Jequié. Uma equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social esteve na ‘cidade sol’ para pegar o ubatense, que ficará a princípio na casa da irmã. Os pais já são falecidos. Aos familiares, Lindoval afirmou que sonha recuperar o tempo perdido, voltar para “os caminhos do Senhor” e conseguir um emprego. O ubatense afirmou que nos próximos dias o objetivo é curtir a família e rever os amigos. (Ubatã Notícias)

Banda Chiclete com Banana anuncia novo vocalista

Khill, ex-integrante da banda Patchanka, é o novo vocalista do grupo
A banda Chiclete com Banana anunciou o cantor Khill, ex-integrante da banda Patchanka, como novo vocalista do grupo. A informação foi divulgada nesta terça-feira (16). Nas redes sociais, o grupo publicou uma foto da nova formação e, na legenda da imagem, deu boas-vindas ao cantor. “Nada de teorias, nem filosofias o corpo pede ação e nós queremos dar o tom dessa cantoria porque a levada sempre foi lavada com água benta do senhor do Bonfim. Bem-vindo, KHILL! “, diz um trecho do texto. Além do novo vocalista, que substitui Rafa Chagas – cantor que assumiu os vocais do grupo após a saída de Bell Marques, em 2014 -, a banda também divulgou que irá desfilar em um trio sem cordas no carnaval de Salvador deste ano. No ano passado, o grupo não desfilou por conta de problemas financeiros. O empresário da banda, Gabriel Cruz, informou que alguns contratos ainda estão sendo fechados, mas um desfile na terça-feira de carnaval, dia 13 de fevereiro, já está confirmado. O trio irá percorrer o circuido Dodô (Barra-Ondina). Ainda de acordo com o empresário, a estreia do novo vocalista está marcada para o próximo fim de semana, antes do carnaval. Segundo Gabriel Cruz, o grupo tem shows marcados em São Paulo, Goiânia e Rio de Janeiro. Não houve mudanças no restante da formação da banda. (G1)

Mais Notícias