'body-fauxcolumns'>

Governo da Bahia

terça-feira, 20 de junho de 2017

ILHÉUS: Voluntária da ACEAI realiza estudo inédito que detecta focos do agente causador de Criptococcose em Ilhéus


Na pesquisa, realizada pela discente do curso de Biomedicina, Silmária Nascimento dos Santos, sob orientação da professora/Dra. Zulane Lima, verificou-se a ocorrência de Cryptococcus spp em excrementos de pombos no município de Ilhéus.
Estudo inédito na região sul da Bahia foi tema do Trabalho de Conclusão de Curso na Faculdade Madre Thaís(FMT), apresentado em Junho de 2017. Na pesquisa, realizada pela discente do curso de Biomedicina, Silmária Nascimento dos Santos, sob orientação da professora/Dra. Zulane Lima, verificou-se a ocorrência de Cryptococcus spp em excrementos de pombos no município de Ilhéus.
O Cryptococcus é uma levedura oportunista e agente causador da criptococcose, doença que pode causar meningite e pneumonia, acometendo principalmente indivíduos com o sistema imunológico debilitado. “A infecção se dá pela inalação do fungo, proveniente de fezes secas de aves ou de algumas espécies de árvores,” explica a discente. De acordo com a professora Zulane Lima, “com o trabalho da estudante, Silmária Nascimento dos Santos, foi possível identificar focos com a presença dessa levedura em áreas urbanas da cidade de Ilhéus, o que revela um risco maior de uma pessoa adquirir a infecção em alguns pontos da cidade.”
A coordenadora do curso de Biomedicina, na FMR, professora Ana Paula Adry, esclarece que”além de permitir o crescimento acadêmico da discente na pesquisa científica, o estudo ainda poderá servir como base para a implantação de métodos de controle para evitar a transmissão desses fungos aos seres humanos na região.” (O TABULEIRO)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie suas sugestões, críticas e denúncias.

Mais Notícias