'body-fauxcolumns'>

Governo da Bahia

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

ITABUNA: COM DOIS MESES DE SALÁRIOS ATRASADOS, FICC PEDE “PACIÊNCIA” A OFICINEIROS

Daniel Leao - Presidente da FICC
Se os oficineiros da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC já estavam revoltados com o descaso da gestão com dois meses de salários atrasados,sem sequer um posicionamento oficial, após uma reunião forçada, ocorrida na manhã desta quarta-feira, 8, com o presidente da Instituição, Daniel Leão, a situação ficou ainda pior.
De acordo com informações, Daniel Leão os deixou esperando por cerca de uma hora, para justificar o não pagamento dos salários a grave crise que o país se encontra e a queda na arrecadação das prefeituras. Daniel Leão disse também, que “é preciso um pouco mais de paciência e de compreensão por parte de todos os segmentos, inclusive de fornecedores, que estão com pagamentos suspensos por conta da falta de recursos”.
Os oficineiros estão organizando uma manifestação na porta da Prefeitura de Itabuna, no bairro São Caetano, com objetivo de conversar com a secretária de governo Maria Alice Pereira e com o Prefeito Fernando Gomes.
Em uma cidade em que a prefeitura paga somente de trabalhadores temporários a bagatela de  R$ 1.829.855,39, segundo dados do Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, alguns sem nenhuma serventia, deixar de pagar os oficineiros que levam arte e cultura a crianças e jovens de Itabuna, menos de R$ 90 mil mensal, é no mínimo vergonhoso. Com informações do iPolítica.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie suas sugestões, críticas e denúncias.

Mais Notícias