'body-fauxcolumns'>

Governo da Bahia

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

BRASIL: Metade dos trabalhadores diz já ter sofrido discriminação

Levantamento foi feito pela empresa de recrutamento e seleção VAGAS.com
Em um país onde 54% da população se declara preta ou parda, metade dos profissionais afirma que já sofreu algum tipo de preconceito ou discriminação no trabalho. Os números são de um levantamento feito pela empresa de recrutamento e seleção VAGAS.com. O estudo aponta ainda que a maioria das ofensas (63%) foi praticada por homens e que 71% dos agressores eram o chefe direto ou ocupavam um cargo superior ao da vítima.  “As mulheres são as que mais sofrem. O que a gente percebe é que as empresas não estão preparadas para a diversidade para a qual o mundo está se abrindo”, avalia o coordenador da pesquisa, Rafael Urbano, que completa: “Tem também a questão do machismo, que é muito forte. As mulheres possuem poucos cargos de chefia. É um ‘pré-conceito’, que não aceita diversidade das outras pessoas”. Entre as vítimas, 35% afirmaram ser discriminada pelo cargo que ocupam. Mas qualquer coisa – do peso à tatuagem – serve de combustível para ações discriminatórias, como demonstra o ranking de motivos construído pela pesquisa (ver infográfico). Mas, por medo de represálias e de ficar desempregada, a maioria das vítimas prefere manter o silêncio: 85% não denunciam a conduta. *Ler mais no Correio.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie suas sugestões, críticas e denúncias.

Mais Notícias