'body-fauxcolumns'>

Governo da Bahia

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

GONGOGI: ASSISTA AO VÍDEO: Prefeito diz "QUE NÃO É A CASA DA MOEDA" e mantém funcionários sem salários

Servidores sem salários protestam em frente à Prefeitura e o prefeito diz "que não é a casa da moeda" (Foto: Portal Gongogi)
O prefeito municipal de Gongogi, a 396 km da capital baiana, Edvaldo dos Santos (PR), Kaçulo, em seu pronunciamento respondendo aos protestos dos funcionários públicos em frente ao prédio da prefeitura na manhã da última sexta-feira (12), disse que não é mágico e a prefeitura não é a casa da moeda. "um município que fez o reparcelamento do INSS que não só Gongogi como Ilhéus, Itabuna, Ipiau, Itagibá veio ZERO na conta. E eu quero dizer pra vocês que aqui não é a CASA DA MOEDA, eu NÃO SOU SANTO PRA FAZER MILAGRES...", disse o prefeito.

Os guardas municipais é uma das classes de servidores que estão sem salários desde o mês dezembro do ano passado. Em relação a uma previsão para o pagamento dos salários dos funcionários, o prefeito Caçulo foi incisivo e deixou claro para os manifestantes: "Infelizmente o dinheiro não veio e eu não posso fazer nada a não ser esperar o dia 20, o dia 30, ou os dias posteriores.. só que eu posso dizer pra vocês que eu não posso fazer milagres...", desabafou.
O gestor municipal disse que reconhece a legitimidade da manifestação do Sindicato dos Guardas e da APLB, mas encerrou o seu discurso desabafando: "Pode fazer a manifestação de vocês hoje, amanhã, domingo, sábado, segunda, terça, quarta, qualquer dia... A ÚNICA COISA QUE NÃO POSSO FAZER É FAZER DINHEIRO PORQUE EU NÃO SOU A CASA DA MOEDA". 

No contraponto, o lider sindical Pedro, do Sindguardas, falou do apoio aos servidores sem salários: "Sei que a coisa está difícil, mais dificil e pior, prefeito, estão estes trabalhadores que tem familias e estão devendo ao comercio e o senhor sabe que o comercio depende dos servidores do municipio que não pode ser caloteiro por causa da falta do pagamento do seu suor", desabafa o sindicalista.

As categorias de servidores dos município estão constantemente tentando fazer negociação com o prefeito Caçulo, e segundo o guarda municipal Edvan Siqueira, o prefeito não  hesitou em dizer em alto e bom som que não tem previsão para pagamento porque as contas do município estão vindo zerada. (Portal Gongogi)

ASSISTA AO VÍDEO:



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie suas sugestões, críticas e denúncias.

Mais Notícias