'body-fauxcolumns'>

Governo da Bahia

domingo, 23 de setembro de 2018

Falsificação é feita em vídeos para beneficiar campanha de Bolsonaro


A adulteração dos vídeos foi comprovada pela Comprova (Foto: Arte/Uol)
Dois vídeos replicados nas redes sociais que mostram multidões supostamente em atos de apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), em Campinas (SP) e em Brasília, são falsos, segundo o projeto Comprova.

O primeiro vídeo que foi postado dizendo ser a gravação de um ato em Campinas “em prol da saúde” do candidato foi adulterado juntamente com o seu áudio, pois o VÍDEO ORIGINAL trata-se de uma multidão no largo do Rosário, na cidade paulista, assistindo à transmissão de uma partida da Copa do Mundo em 27 de junho deste ano, quando o Brasil disputava com a Sérvia.

E para constar, o deputado Bolsonaro sofreu um ataque com faca em faca em 6 de setembro de 2018 e está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

O segundo vídeo mostrado como uma caminhada  na esplanada dos Ministerios, realizada no dia 05 de setembro de 2018, também é falso. Segundo a Uol, o projeto COMPROVA LOCALIZOU O VÍDEO ORIGINAL, feito em 13 de março de 2016, durante manifestação pela saída da então presidente Dilma. Por outro lado, em 5 de setembro, Bolsonaro esteve no Distrito Federal, mas participou de uma carreata no centro de Ceilândia e em Taguatinga, e não na Esplanada dos Ministérios, que fica no centro de Brasília. A informação aparece na agenda do candidato do PSL, enviada à imprensa no dia 2 de setembro. O “Poder360”, integrante do Comprova, acompanhou o presidenciável nesta data, publicando fotos e vídeos da carreata.

Os vídeos de Campinas e da Esplanada foram verificados agora pela agência “AFP”, pela rádio “BandNews FM” e pelo “Poder360”, além do UOL e da “Gazeta Online”, todos integrantes do projeto Comprova.  

O Comprova é um projeto integrado por 24 empresas brasileiras de mídia que investiga e explica rumores, conteúdo forjado e táticas de manipulação associadas às eleições presidenciais do Brasil. Envie sua pergunta ou denúncia de boato falso pelo WhatsApp 11 97795- 0022. (Portal Gongogi)

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie suas sugestões, críticas e denúncias.

Mais Notícias